Exército assina contratação sobre guerra cibernética

“A noticia foi meio que surpreendente (pelo menos para mim) porque há tempos que sabemos que o Exército Brasileiro usa Linux e inclusive (noticiado aqui) havia até mesmo uma distribuição própria.

Enfim, o fato atual é que nosso Exército diz ter avaliado o Software Livre como opção, mas acabou assinando contrato com empresa da Espanha (a Panda). Segundo a nota publicada no G1, “Sobre o programa do governo de migrar para o uso de softwares livres, o general Santos Guerra, comandante de Comunicação e Guerra Eletrônica do Exército Brasileiro (CCOMGEX), explicou que o Exército também está migrando para o sistema operacional do Linux em alguns computadores do órgão, mas que ainda há muitos aparelhos com o sistema Windows.”

Pessoalmente considero que trata-se de um erro porque, mais uma vez, nossos elementos de defesa vão para a mão de estrangeiros, que vão manter “fechada” a solução de eventual problema encontrado. 24h para avaliar a situação e dizer se é virus ou não.. muitos de nós, no dia a dia, temos menos do que isso pra responder para um gerente de maus bofes.

Enfim, está aí. Como tudo o mais que se refira aos militares, no assunto não cabe discussão. E não são mencionados critérios válidos pela opção (ainda em minha opinião).”

Fonte: http://br-linux.org/2010/exercito-assina-contratacao-contra-guerra-cibernetica/

About João Fracassi

Técnico em Informática e Redes com amplos conhecimentos em Ubuntu e bastante experiencia em Suporte a Desktops,Laptops,Servers e também c
This entry was posted in Linux, Noticias. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s