Clonando partições/HDs com o dd

Para clonar partições no Linux é recomendável usar o dd, que faz uma cópia bit-a-bit das partições, ou outros programas para Linux feitos para isso. A vantagem do dd sobre outros programas para Linux é a sua simplicidade e o fato de que qualquer Linux tem ele.

Outra forma é usar os populares Ghost e DriveImage, mas eles foram feitos pra Windows e não é muito recomendável usá-los. Eu confesso que já fiz dessa e funcionou, mas segundo um dos meus professores, tive bastante sorte!😉

Também pode não ser preciso lembrá-los, mas a partição de origem e de destino devem sempre ter o mesmo tamanho, ou uns megas a mais, que serão desperdiçados e fica feio.

# dd if=origem of=destino

Tanto a origem como o destino podem ser tanto dispositivos de bloco (partições, HDs, cdroms) quanto arquivos normais. Isso quer dizer que podemos fazer dev -> arq, arq -> dev, dev -> dev, e até arq -> arq (embora esse último não tenha muito sentido). Exemplos:

Cópia partição-partição:

# dd if=/dev/hdc6 of=/dev/hdd1

Cópia hd-hd:

# dd if=/dev/hda of=/dev/hdd

Cria imagem sem compactação:

# dd if=/dev/hdc6 of=/mnt/bck/hdc6.img

Restaura imagem sem compactação:

# dd if=/mnt/bck/i.img of=/dev/hdd3

Cria imagem com compactada pelo 7zip:

# dd if=/dev/fd0 | 7z a -si /mnt/bck/img.7z

Restaura imagem compactada pelo 7zip:

# 7z x /mnt/bck/img.7z -so | dd of=/dev/fd0

Cria imagem compactada pelo gzip:

# dd if=/dev/fd0 | gzip -9f > /mnt/bck/img.gz

Restaura imagem comprimida com o gzip:

# gzip –decompress –stdout img.gz | dd of=/dev/fd0

Para compactar você pode usar qualquer compactador, basta fazer ele receber dados do STDIN ao criar a imagem e enviar para o STDOUT ao restaurar. Na verdade você pode fazer qualquer coisa com as imagens usando o dd com pipes, basta usar a imaginação!

Fonte: http://www.vivaolinux.com.br/dica/Clonando-particoes-HDs-com-o-dd

About João Fracassi

Técnico em Informática e Redes com amplos conhecimentos em Ubuntu e bastante experiencia em Suporte a Desktops,Laptops,Servers e também c
This entry was posted in Linux, Tutoriais e iniciantes. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s